LOTE 001

APTO - COND. RES. VILLAS DE PORTUGAL

As fotos são meramente ilustrativas

ENCERRADO

LEILÃO JUDICIAL DO 1ª JUIZADO ESPECIAL DA COMARCA DE ARACAJU
LEILÃO JUDICIAL
Online
Valor de Avaliação: R$ 140.000,00
Data 1º Leilão: 09/07/2021 10:00
Lance Inicial: R$ 140.000,00
Data 2º Leilão: 30/07/2021 10:00
Lance Inicial: R$ 70.000,00
Local do Leilão: - Eletronicamente através do site WWW.LANCESE.COM.BR
Detalhes do Lote
Compartilhar:    

Comitente: 1º JUIZADO ESPECIAL CÍVEL DA COMARCA DE ARACAJU

Cidade: Aracaju/SE
Endereço: Travessa Minas Gerais, s/n- Apartamento nº. 302, do Edifício “Alenquer”, Condomínio Residencial “Villas de Portugal”
Matrícula: Nº 13.511 Cartório do 11º de Aracaju
Descrição: Apartamento nº. 302, do Edifício “Alenquer”, Condomínio Residencial “Villas de Portugal” e respectiva fração do terreno, localizado na Travessa da Avenida Minas Gerais, s/n, Bairro 18 do Forte, nesta Cidade, do tipo R4-3QT (A), com 61,69 m² de área privativa 66,78m² de área construída. Composto de sala, 03 (três) quartos, sanitário social, área de circulação, cozinha e área de serviço. Registrado sob a matrícula nº. 13.511, Ficha 00001, do Livro nº. 02 de Registro Geral do 11º. Ofício de Registro Imobiliário de Aracaju - 3ª. Circunscrição.

Processo: 201940102947
Vara: 1º Juizado Especial Cível
Comarca: Aracaju
Exequente: CONDOMINIO RESIDENCIAL VILAS DE PORTUGAL
Executado: AURIZA ALVES SOUZA LIMA
Localização do Imóvel

Endereço: Travessa Minas Gerais, s/n- Apartamento nº. 302, do Edifício “Alenquer”, Condomínio Residencial “Villas de Portugal” - 18 do Forte
Cidade: Aracaju / SE

Observações do Lote

ÔNUS: DÉBITO DE CONDOMÍNIO no valor de R$ 29.483,44 (vinte e nove mil quatrocentos e oitenta e três reais e quarenta e quatro centavos), conforme planilhas de débitos constantes nos Autos; DÉBITOS DE IPTU junto a SEMFAZ do Município de Aracaju, no valor de R$ 5.389,14 (cinco mil trezentos e oitenta e nove reais e quatorze centavos), relativo aos anos base de 2014, 2015, 2016, 2017, 2018, 2019,2020 e 2021. Os débitos de IPTU serão sub-rogados no produto da arrematação em caso de venda nos termos do artigo 130 do CTN.